O dia !

Há dias!
Há dias em que só nos apetece desaparecer. Em que o nosso mundo, tal como o céu está negro.
São decisões, atrás de decisões. Decepções, feridas mal curadas. São dias cinzentos tal como o céu.
São os nossos dias, aqueles dias em que tudo te passa pela cabeça. momentos, pessoas, lugares, paixões, desilusões, tudo. vinte e quatro horas parece tão pouco para pensar nisto tudo.
O relógio anda e nós continuamos presos a todas estes memórias. são as memórias que nos matem vivos, são as memórias que nos corroem por dentro. são elas as nossas melhores amigas, que nos dão alento, mas noutro instante são as nossas maiores inimigas, aquelas que nos desmoralizam.
As memórias fazem-nos ver como fomos felizes, como lutamos, mas também o quanto sofremos, o quanto nos decepcionaram. são elas que nos dão forças para continuar em frente, mas também são eles que nos deitam abaixam quando menos precisamos.
A vida é uma inconstante, hoje sorris, amanhã choras. hoje concretizas um sonho,amanha aparece mais uma barreira para quebrar.
O equilíbrio da vida é inconstante, mas somos nós que o devemos procurar.
Prender a memorias, talvez seja bom, talvez seja mau.
Há dias que serão cinzentos, mas também há dias em que o sol brilhará.
Quando for cinzento, senta-te no sofá e reflecte. reflecte em tudo o que precisares, em tudo o que quiseres. Quando o sol sorrir, continua na luta, continua a construir o teu caminho.
Acima de tudo procura o teu equilíbrio.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

ACMA - O voluntariado

Os anjos existem ❤

13 de Maio ❣