ACMA - O voluntariado





























Este mês, o tema proposto pela ACMA é “Hobbies e Passatempos”. Normalmente, falo-vos sobre o tema na generalidade e o que pode desencadear em nós, mas este mês será diferente, irei falar-vos do meu Hobby preferido – o voluntariado.

O voluntariado tem várias vertentes e eu irei falar sobre a minha instituição – os Bombeiros Voluntários de Odivelas, como tudo começou, qual o trabalho que desenvolvemos e tudo o que conquistamos.

Se me perguntarem como tudo começou não vos consigo dizer, pois desde que me lembro que faço parte desta família. Sei que este bichinho sempre existiu, mas desde a minha adolescência que ele cresce dia após dia. Não vos conseguirei resumir uma vida em pouco tempo, mas poderei mostrar-vos como têm sido os tempos de aprendizagem.

Em setembro de 2010, recebi uma chamada para ingressar na escola de Recrutas e foi aí que o “bichinho” cresceu ainda mais.

São nove meses. Nove meses de aprendizagem, de partilha de conhecimentos. Nove meses onde começas a construir o sonho de uma vida. Nove meses intensos, onde tens de gerir o teu tempo: organizar tudo entre estudos, vida social e a concretização de um sonho. 

Neste tempo tudo é precioso, pois é a partir daqui que começas a ver o teu objetivo a ser construído.  Nove meses onde aprendes de tudo: organização de corpos de bombeiros, constituição de uma habitação, construção civil, hidráulica, incêndios florestais, incêndios urbanos, desencarceramento, T.A.T (tripulante de ambulância e transporte). Cada tema, cada emoção.

Como seria de esperar, apesar de aprenderes de tudo um pouco, há sempre uma área que te cativa e da qual tu gostas mais. Embora todas me fascinem, há uma em especial que é a “menina dos meus olhos”: adoro T.A.T e tudo o que engloba o tema saúde. É uma vertente que me fascina, principalmente porque é nela que existe o contacto com a população. O T.A.T é um curso de 50 horas onde abordamos várias temáticas para podermos socorrer as vitimas em todas as situações.

O primeiro tema do curso é a “Organização do socorro”; é aqui que percebemos o que é o INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica), o CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes) e quais os meios que o INEM dispõem para o socorro (motas, helicópteros, Vmer1, SIV2, UMIPE 3). Neste módulo, aprendemos também quais as perguntas-chave para uma chamada de socorro ser, também, uma triagem de sucesso (O Quê? Onde? Como? Quem?) e qual a cadeia de sobrevivência, isto é, qual a sequência de passos para o salvamento da vida ser efetuado com sucesso. Embora este seja o módulo mais teórico, é também muito importante.

O segundo tema que abordamos é a “avaliação da vitima.” Aqui, começamos por abordar a anatomia e fisiologia do corpo humano, seguidamente depois para a avaliação da vitima e a forma como devemos abordá-la. Nesta abordagem, ensinam-nos a avaliação dos parâmetros vitais4 da vitima, a escala ABCDE e a avaliação secundária. Esta avaliação é muito importante, pois é a partir dela que verificamos se temos ou não uma vitima crítica.
O terceiro tema é a “Reanimação”. Neste tema, aprendemos como verificar se a vítima se encontra em paragem cardiorrespiratória. Ensinam-nos também qual o procedimento a ser efetuado e quais as manobras a efetuar.

No quarto tema abordamos a “hipovolémia”5; aqui, falamos sobre o que pode causar a hipovolémia, o estado em que a vítima se poderá encontrar e quais as medidas a tomar nestes casos.

No quinto tema falamos na “Traumatologia”. É na traumatologia que abordamos a forma como podemos agir com vítimas de quedas, como os devemos transportar até à unidade hospitalar e quais as exceções nestes casos.

No sexto e último tema abordamos os “Partos”. Como devem imaginar, ensinam-nos a ajudar as mães a trazer as crianças ao mundo, caso seja necessário.

Como podem ver, neste curso ensinam-nos muitas coisas para podermos salvar vidas e essa é a parte de que mais gosto. É aqui que me sinto realizada, é ao entrar dentro de uma ambulância que me sinto bem e é aqui que vejo o meu trabalho a ser reconhecido. Apesar de fazer mais coisas nos bombeiros, como a fanfarra6, as instruções, os simulacros, é no contacto com a população que me sinto bem.

Apesar de ser bombeira há cerca de 10 anos, já pertenço a esta família há 19; são 19 anos de aventuras, de amizades, de bons e maus momentos e, apesar de tudo, não trocaria esta vida por nada.

Ficaste curioso/a? Porque não agendares uma visita a uma instituição de bombeiros perto da tua área de residência? Visita-os, fala com eles e tenta perceber aquilo que te descrevo!
Espero que tenham gostado e que fiquem atentos às novidades do meu blog, pois vou, de certeza, desenvolver o tema dos primeiros socorros, para vos ajudar e informar!

Para quem não sabe, no ACMA não abordamos temas relacionados com moda ou beleza; se quiserem fazer parte deste projeto maravilhoso basta falarem com a Ju, através do seguinte email, acma.cultura@gmail.com. Na pagina do facebook da ACMA e neste blog, poderás encontrar os textos de todos os participantes.

Beijinhos,
Soraia Bernardino




Notas :


1 Veículo Médico – é constituído por médico e enfermeiro;

2 Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida, são constituídas por um enfermeiro e por um tripulante de INEM;

3 Unidade Móvel de Intervenção Psicológica de Emergência;

4 Pressão arterial, pulso, ciclos ventilatórios, temperatura corporal e níveis de oxigénio.

5 Perda de sangue ou líquidos em grande quantidade.


6 A fanfarra é considerada uma “banda” onde cada um toca o seu instrumento.

Comentários

  1. Achei o teu post extremamente interessante. Apesar de saber que não seria capaz de estar em nenhuma das situações a que os bombeiros são expostos, porque não tenho estofo emocional suficiente e iria entrar em pânico, acho o trabalho que fazem incrivel e sem duvida que merecem mais reconhecimento. Muitos parabéns pelo teu/vosso trabalho!

    Beijinhos,
    inesmartinsxx.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Gostei do post :)
    É sempre muito bom dar um pouco do nosso tempo a coisas como esta (Voluntariado).

    *XoXo
    Helena Primeira
    Helena Primeira Youtube
    Primeira Panos

    ResponderEliminar
  3. que interessante, não fazia ideia que havia uma formação tão bem estruturada e tão completa e complementar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim muitas pessoas não se apercebem do que está por trás.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Os anjos existem ❤

13 de Maio ❣